Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Investimento em tecnologia otimiza trabalho da PRF e reduz em 15% o número de mortes nas rodovias em 2018

Destaque

Investimento em tecnologia otimiza trabalho da PRF e reduz em 15% o número de mortes nas rodovias em 2018

por publicado: 31/10/2018 18h30 última modificação: 31/10/2018 19h36
De janeiro a setembro deste ano também houve redução de 22% no número de acidentes nas estradas

Brasília, 31/10/2018 – O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, apresentou, nesta quarta-feira (31), um balanço dos resultados do trabalho da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nos mais de 71 mil quilômetros de estradas brasileiras.

De janeiro a setembro deste ano, houve redução de 22% no número de acidentes em geral (51.937) e de 15% no número de mortes (3.980) nas rodovias federais em relação ao mesmo período do ano passado. O número de acidentes graves caiu 7% (12.911) e o de feridos teve redução de 10% (56.212) em relação a 2017.

“Eu queria destacar que nós tivemos uma redução de 15% nas mortes verificadas nas rodovias federais. O que é uma demonstração da competência, da efetividade do trabalho da Polícia Rodoviária Federal”, afirmou Jungmann.

Os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram que entre as principais causas de acidentes nas rodovias brasileiras estão a falta de atenção na condução (22%), a desobediência às normas de trânsito (13%), o excesso de velocidade (12%), a falta de atenção do pedestre (11%) e o uso de bebida alcoólica (5%).

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Dias, destacou o investimento em tecnologia para a otimização do trabalho. Em 2018 foram investidos R$ 50 milhões em ferramentas de monitoramento nas rodovias.

“A PRF trabalha praticamente com todos os sistemas informatizados, todo policial rodoviário federal trabalha com smartphone e ele recebe online os alertas e as determinações do nosso  núcleo de ciência de dados que trabalha levantando os pontos críticos na rodovia e isso tem todo um planejamento operacional para direcionar a fiscalização a esses pontos críticos”, afirmou Dias.

O Brasil possui a quarta maior rede de rodovias do mundo e uma frota superior a 97 milhões de veículos. A Polícia Rodoviária Federal conta com um efetivo de pouco mais de 9.980 policiais. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, autorizou, este ano, a realização de concurso para a contratação de 500 novos agentes em 2019.

O governo brasileiro firmou um compromisso de redução de 50% nas mortes de trânsito entre 2011 e 2020 e, segundo o diretor-geral da PRF, a meta deve ser alcançada, já que a projeção de redução acumulada em 2018 deve chegar a 35,6%.

Fiscalizações

No período de janeiro a setembro de 2018 a Polícia Rodoviária Federal fiscalizou mais de 7 milhões de veículos e prendeu mais de 25 mil pessoas por diferentes crimes. Cerca de 1 milhão de pessoas realizaram teste do bafômetro nas rodovias federais.

 A presença dos policiais rodoviários federais nas estradas brasileiras também tirou de circulação 230 toneladas de maconha, 14 toneladas de cocaína, 87 milhões de maços de cigarros, 1.284 armas e 142.866 munições. Mais de 5 mil veículos roubados foram recuperados pelo trabalho da PRF.

“A atuação na apreensão de ilícitos e drogas, como  maconha, cocaína, implicou na frustração da receita de R$ 2 bilhões e 800 milhões das facções criminosas e do crime organizado. A Polícia Rodoviária Federal está cumprindo o seu papel e apresentando, com transparência, seus resultados positivos”, afirmou Jungmann.

Campanha de Conscientização

Os esforços de conscientização da população com relação a cumprir as normas de trânsito ganharão, a partir desta quarta-feira (31), um reforço com a campanha “PRF-191”. Através de mensagens educativas veiculadas em TV aberta, rádio e mídias impressas, o objetivo é destacar que a Polícia Rodoviária Federal trabalha para evitar acidentes mas que essa também é uma responsabilidade de todos os cidadãos.

Assessoria de Comunicação Social

(61) 2025-3135/2025-9962

ascom@seguranca.gov.br

www.seguranca.gov.br